Uberaba segue na onda amarela do “Minas Consciente”
13/08/2020


Na última atualização do Plano Minas Consciente desta semana, a região Triângulo Sul, na qual Uberaba está incluída, permanece na onda amarela do Programa. Até a última quarta-feira, dia 26, 65% dos municípios mineiros (561) aderiram ao Plano Minas Consciente, impactando cerca de 13 milhões de pessoas.


Entre as 732 cidades com menos de 30 mil habitantes, 445 apresentaram menos de 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Assim, elas estão autorizadas a avançar automaticamente para a onda amarela do plano, independentemente da situação das macro ou microrregiões nas quais estão inseridas.


O estudo que apontou a relevância dos leitos de UTI privados para a capacidade assistencial do Estado utilizou como base dados fornecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A análise mostrou que Minas possui, hoje, 46 hospitais que atendem exclusivamente planos de saúde, em 21 cidades. Esses municípios correspondem a 32% da população. São quase 700 leitos de UTI, com 61% de ocupação.


No SUS, são quase 4 mil leitos, com 65% de ocupação. Os dados mostram, ainda, que 24% da população mineira tem acesso à rede de Saúde suplementar, colocando o estado em terceiro lugar no país em cobertura pela rede privada.Dados da ANS também apontam que os planos de saúde no Brasil têm estabilidade financeira para cumprir seu papel e que houve queda de 10% na taxa de ocupação de leitos em relação ao ano passado.


As macrorregiões de Saúde Centro, Vale do Aço, Noroeste, Jequitinhonha, Leste, Norte, Triângulo do Norte, Triângulo do Sul, Oeste, Sul, Centro-Sul, Sudeste e Leste do Sul apresentaram índices favoráveis para a abertura de serviços não essenciais, contemplados pela onda amarela.


Nesta fase, são permitidos, entre outros:

- Bares (consumo no local);

- Autoescolas e cursos de pilotagem;

- Salões de beleza e atividades de estética;

- Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;

- Papelarias, lojas de livros, discos e revistas;

- Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;

- Comércio de itens de cama, mesa e banho;

- Lojas de móveis e lustres;

- Imobiliárias;

- Lojas de departamento e duty free;

- Lojas de brinquedos;

- Academias (com restrições)

- Agências de viagem

 

Semanalmente o Comitê Extraordinário Covid-19, em Minas Gerais, reavalia as dados das micro e macrorregiões, definindo a nova classificação e posicionamento nas ondas, que são atualizadas no Diário Oficial às quintas-feiras. O presidente da Aciu, Anderson Cadima, destaca a importância dos empresários e da população em geral não se descuidarem.

 

“Precisamos manter a rigidez no cumprimento às medidas contra a disseminação do coronavírus. Se mantivermos os índices sob controle, poderemos passar para a onda verde mais rápido e assim outros serviços poderão voltar a funcionar”, conclui.  

Fonte: https://www.mg.gov.br/noticias/minas-consciente/minas-consciente-passa-considerar-rede-de-saude-suplementar-e-mais-quatro  

 

Marcela Pires

Assessoria de Imprensa - Aciu


POSTADO POR
Marcela Pires
Assessoria de Imprensa - Aciu
ACIU - Associação Comercial Industrial e de Serviços de Uberaba

Av. Leopoldino de Oliveira, 3433 - Centro
CEP 38010-050 | Uberaba/MG

ACIU 2021 - Todos os direitos reservados.
By UNK.