Uberaba gerou 585 novos postos de trabalho em maio, diz Caged
05/07/2021


Após o resultado negativo de abril, quando foram fechadas 199 vagas, mercado de trabalho da cidade voltou a apresentar resultado positivo

 

Após o mês de abril com resultado negativo, Uberaba voltou a apresentar saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. Foi divulgado ontem, 1º de julho, o relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados referente ao mês de maio. Conforme o relatório do Ministério da Economia, houve na cidade 2.733 desligamentos e 3.318 admissões, fechando o mês com 585 novas vagas de emprego. 

O setor que mais admitiu foi o de Serviços, com 1.282 admissões, mas também foi o que mais demitiu, com 1.102 desligamentos, abrindo 180 vagas. A Construção Civil também apresentou bom desempenho, abrindo 170 novos postos de trabalho, com a admissão de 544 e demissão 374 operários. Depois veio o Comércio, com 880 contratações e 711 baixas em carteira, ficando o saldo positivo de 169 postos. O  setor industrial admitiu 572 trabalhadores e dispensou 478, com saldo de 94 novas vagas. 

O único setor que apresentou resultado negativo foi o da agropecuária.  Foram 40 contratações e 68 dispensas, fechando o mês de maio com 28 postos de trabalho a menos.

Outros pontos que o relatório aborda é sobre a escolaridade, idade e gênero.

A faixa etária que apresentou maior número de desligamentos é a de 30 a 39 anos, com 770 demissões. Entre os admitidos, a faixa de 18 a 24 anos foi a que mais contratou, com 998 colocações no mercado de trabalho em maio. Já em nível de escolaridade foram demitidas 1.539 pessoas com Ensino Médio completo. Também foi o nível de escolaridade que mais gerou empregos, com 2.084 novas contratações. No total, foram contratados 2.012 homens e desligados 1.711. Entre as mulheres foram 1.306 admissões e 1.022 demissões. 

O relatório referente ao mês de maio traz alívio após os resultados apresentados em abril. Depois de dez meses apresentando saldos positivos, no relatório de abril do Caged, Uberaba apresentou resultado negativo na empregabilidade. No quarto mês do ano, 2.993 trabalhadores foram admitidos e 3.192 demitidos, perfazendo saldo negativo de 199 empregos. 

Para o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu), Anderson Cadima, um dos fatores que impulsionaram a retomada do setor em maio foi a redução do valor do dólar, que favorece a compra de matéria-prima para produção. Além disso, ele acrescenta que a flexibilização nos decretos municipais no combate à Covid-19 ajudou na retomada no setor de Serviços. “As flexibilizações, o otimismo da retomada da economia e com boa parte da população vacinada, sem dúvida nenhuma, ajudaram para os números positivos do Caged nos setores de Serviços, Comércio e Construção”, disse o presidente da Aciu.


Fonte: Jornal da Manhã

POSTADO POR
Marcela Pires
Assessoria de Imprensa - Aciu
ACIU - Associação Comercial Industrial e de Serviços de Uberaba

Av. Leopoldino de Oliveira, 3433 - Centro
CEP 38010-050 | Uberaba/MG

ACIU 2021 - Todos os direitos reservados.
By UNK.