Presidente da Aciu comenta fechamento do comércio
20/03/2020


Com a determinação do prefeito Paulo Piau de fechamento do comércio de Uberaba, nos próximos dias, devido à pandemia do coronavírus, o presidente da Aciu, Anderson Cadima, acredita que ainda é cedo para avaliar como ficará a economia em Uberaba, mas que certamente os impactos serão de grande proporção.

“As decisões relativas à propagação do coronavírus estão muito dinâmicas. O que vimos até agora foram adequações das empresas com relação a horários e jornadas dos colaboradores e só isso já cria um impacto enorme nas empresas. Agora, com a decisão de fechamento do comércio, os desdobramentos serão bastante significativos. Sabemos que a medida visa o bem estar comum e é de extrema relevância, mas esperamos que os governos estadual e federal olhem pelos empresários, quando essa crise toda passar, pois a grande maioria não conseguirá honrar com o pagamento dos impostos, uma vez que terão déficit significativo em suas receitas. É um cenário ruim para todos, empregadores, empregados, a economia em geral, por isso é preciso ter bom senso de todas as partes. O maior prejudicado, com certeza, será o pequeno empresário, pois poucos dias fechados pode significar a falência de muitos. Sem contar o desemprego”, afirma.

A deliberação será conhecida por meio de decreto a ser publicado ainda nesta sexta-feira, dia 20. Já é certo, porém, que a medida excetuará farmácias, supermercados, panificadoras e varejões. Também é certo que a medida não implicará na venda online e delivery, bem como home office. Sua elaboração passará pelo Grupo Estratégico de Gerenciamento de Risco e chega apoiada por entidades representativas de diversos segmentos empresariais como a Aciu, Certrim, Associação dos Distritos Industriais I e II, Associação dos |Feirantes Centro Forte, Assuper, CDL, Transurbe, CDL, Praça Shopping, Sindicomércio, Micro Química e Sinhores (Hotéis, restaurantes e similares).

Piau destacou que o cenário que se desenha no País é análogo ao de uma guerra. Disse que a China, Coreia e Japão avançaram por contar com a disciplina da sociedade e, lado outro, a Itália experimenta situação extremamente drástica também por comportamento, neste caso diverso. Isto para afirmar que a única forma de combate real à velocidade da ‘movimentação do vírus’ é o isolamento social.

“Serão necessárias medidas com a dureza que o momento exige”, apontou Piau. “Toda medida tem consequência e toda omissão também”. Disse mais: quer reunir os representantes do comércio porque pretende exercer com maturidade o poder de polícia.

Cada pessoa com a Covid-19 instalada, isolada em casa, segundo o secretário de Saúde, Iraci Neto, deixa de contaminar, em 30 dias, 400 outras pessoas. Isto para demonstrar a importância de medidas enérgicas que reduzam a circulação social.



POSTADO POR
Marcela Pires
Assessoria de Imprensa - Aciu
ACIU - Associação Comercial Industrial e de Serviços de Uberaba

Av. Leopoldino de Oliveira, 3433 - Centro
CEP 38010-050 | Uberaba/MG

ACIU 2020 - Todos os direitos reservados.
By UNK.