Carta aberta aos empresários e à sociedade de Uberaba
23/05/2020



Associação Comercial, Industrial e de Serviços De Uberaba – Aciu, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL , Sindicato do Comércio de Uberaba – SINDICOMERCIO, Federação das Indústrias de Minas Gerais Regional Vale do Rio Grande – FIEMG, Sindicato dos Profissionais da Contabilidade de Uberaba – SINDCONT-UBERABA, Sindicato dos Proprietários de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Uberaba - SINHORES, Condomínio Edilício do Praça Uberaba Shopping Center, Associação dos Lojistas do Shopping Center Uberaba – ASSOCEU e Associação dos Vendedores Ambulantes de Uberaba - Avau, como representantes de vários setores da sociedade Uberabense, vêm, por meio desta, expor o que segue:
 
Considerando a última decisão contida nos autos do processo nº 1002376-16.2020.4.01.3802, na qual o Município de Uberaba ficou proibido de promover qualquer medida que autorize o funcionamento de atividades consideradas não essenciais, e que ainda determinou ao Município a apresentação de novos documentos, as entidades acima nominadas, preocupadas com a questão e entendendo que nossos associados estão impossibilitados de exercerem suas atividades de forma plena desde o dia 21 de março de 2020(Decreto 5372), ou seja,  mais de 60 (sessenta) dias, e ainda sem qualquer definição e possibilidade de abertura, face à judicialização da questão.
 
Considerando que ainda não existe data marcada para o reinício de suas atividades, e que o tempo é determinante e imprescindível para manutenção da capacidade financeira das empresas, bem como para a manutenção dos postos de trabalho com garantia de emprego e renda, e que a cada dia que passa cresce o número de empresas que não conseguirão retomar suas atividades, o que trará consequências irreparáveis para a sociedade uberabense.
 
Considerando ainda que não existe prazo final para o término da ação judicial e que as pessoas não podem mais ficar aguardando o cumprimento de decisões e de prazos processuais, enquanto os cidadãos estão passando por preocupações, angústias e privações de todos os gêneros.
 
Assim, foi que as entidades acima nominadas, atentas à essa situação, e entendendo que o problema somente terá seus efeitos mitigados com a participação conjunta dos poderes, os quais precisam se mostrar sensíveis e com os mesmos objetivos, quais sejam os de garantir à sociedade melhores condições de vida, trabalho e renda, apresentaram requerimento ao MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL e ao MUNICÍPIO DE UBERABA (partes da referida ação), para que construam consensual e conjuntamente,agendando e realizando reuniões – em caráter de urgência, as decisões necessárias para o gradual retorno das atividades da classe produtiva, a fim de evitar novos fechamentos de empresas e postos de trabalho, que poderão vir a gerar, em larga escala, uma grave situação de caos econômico e social, em toda a região.”
 
Pelo que, aguardamos ansiosamente a solução da questão
 
Uberaba, 23 de maio de 2020.
 
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DE UBERABA - ACIU
Anderson de Melo Cadima - Presidente 
 
Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL
Ângelo Crema - Presidente
 
Sindicato do Comércio Varejista de Uberaba – SINDICOMERCIO
Marcelo Carneiro Árabe - Presidente
 
Federação das Indústrias de Minas Gerais – FIEMG
Elisa Gonçalves de Araújo - Presidente
 
Sindicato dos Profissionais da Contabilidade de Uberaba – SINDCONT-UBERABA
Marcos Antônio de Oliveira - Presidente
 
Sindicato dos Proprietários de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Uberaba – SINHORES
Álvaro Renan Silva - Presidente
 
Condomínio Edifício do Praça Uberaba Shopping Center
Ana Lúcia Coeli Silva – Gerente Operacional
 
Associação dos Lojistas do Shopping Center Uberaba – ASSOCEU
José Eduardo Cézar de Oliveira - Presidente

Associação dos Vendedores Ambulantes de Uberaba - Avau

Ricardo Raponi
POSTADO POR
Marcela Pires
Assessoria de Imprensa - Aciu
ACIU - Associação Comercial Industrial e de Serviços de Uberaba

Av. Leopoldino de Oliveira, 3433 - Centro
CEP 38010-050 | Uberaba/MG

ACIU 2020 - Todos os direitos reservados.
By UNK.