Informativo ACIU
20/02/2004
Leite uberabense será comercializado no Carrefour Empresário assina contrato com rede de supermercado nesta Sexta O empresário Joselito Gonçalves assina contrato nesta sexta-feira, 20, em São Paulo, com as duas maiores redes de supermercado do País, o Pão de Açúcar e o Carrefour, que passa a vender sua primeira marca exclusiva de leite pasteurizado, a Vitta Premium. A rede fechou com a Lacticínio Taigor`s, de Uberaba (MG), um contrato de fornecimento do leite, que virá diretamente de três produtores parceiros da agroindústria. O leite, com selo do Carrefour, de garantia de origem, será distribuído inicialmente para alguns hipermercados de São Paulo e depois para o interior e outras cidades. Laticínio Taigor´s Para muitos pode parecer exagero os cuidados tomados pelo Laticínio Taigor´s, empresa pioneira no Brasil na produção e distribuição do leite orgânico, produto resultante de processos ecologicamente corretos. O mercado do leite, segundo Joselito está em forte expansão com crescimento anual acima de 150%. Para entrar neste clube, o produtor interessado tem que estar disposto a produzir um leite 100% natural, sem efeito de agrotóxicos, sem aditivos químicos, organismos transgênicos nas pastagens e nem rações com anabolizantes. Hoje todo o leite processado pelo laticíno Taigor obedece estas exigências e provém de apenas um fornecedor: a fazenda Congonhas, onde os animais são tratados com dieta natural e bem balanceada. Leite Estes passos se completam com de outros que envolvem o tipo de ordenha e os processos industriais utilizados. A ordenha totalmente mecânica e o processo de industrialização é de pasteurização simples e homogeneização. Este sistema, diz Joselito, é utilizado para conservar o leite o mais próximo possível do natural para o consumo humano. É bom dizer que o processo de ultrapasteurização, usado na linha longa vida, desagrega os valores naturais do leite em prejuízo da qualidade. Selo O leite orgânico Naturallis traz na embalagem o selo de qualidade do Instituto Biodinâmico de Botucatu. Este sele tem o reconhecimento do Ifoam (Internacional Federation Of Organic Agriculture Movement), principal órgão internacional de certificação de produtos orgânicos do planeta. Esta conquista se deve, segundo Joselito, ao rigoroso controle de produção do leite orgânico, começando pela fazenda, passando por todos os demais processos até chegar ao consumidor. O objetivo, claro, é garantir um produto biologicamente superior, um alimento puro e saudável. CARREFUR E PÃO-DE-AÇUCAR APOSTAM EM MARCAS PRÓPRIAS NO VÁCUO DA PARMALAT As duas maiores redes de supermercado do País, o Pão de Açúcar e o Carrefour, vão entrar no mercado de leite com marcas exclusivas. Os lançamentos devem ocupar as prateleiras nas próximas semanas, oferecendo ao consumidor mais uma opção de produtos diante da crise da Parmalat. Entretanto, a decisão do Pão de Açúcar de entrar no mercado de leite, do tipo longa vida, com marca própria, foi tomada antes de estourar o episódio Parmalat. Em novembro, o diretor de Marcas Próprias do Grupo Pão de Açúcar, Rodolpho de Freitas Neto, anunciou que a rede estava negociando com um pool de laticínios, Italac, CCL e Nilza, para entrar no mercado de leite longa vida. Estima-se que as grandes redes de varejo detenham hoje, juntas, uma fatia de 30% do mercado nacional de lácteos. Essa postura agressiva beneficia diversos produtores de leite e derivados como, por exemplo, a Nilza e a Italac que, além de crescerem na marca própria, passam a fornecer para os supermercados. A Cooperativa Central Leite Nilza, de Ribeirão Preto, fechou recentemente um acordo com as redes Pão de Açúcar, Wal-Mart e Econ. A central, que reúne sete cooperativas associadas e outras nove parceiras, aumentou a produção destinada às marcas próprias do varejo de dez mil litros de leite por dia, em dezembro, para 100 mil litros dia. Além do incremento no processamento de leite para terceiros, a crise da Parmalat tem reforçado as vendas da marca própria da central, o Leite Nilza. Líder no estado de São Paulo segundo dados do Ibope LatinPanel, a Nilza aumentou a participação de mercado de 13% para 15% de dezembro para cá. "Saímos de uma produção total de 650 mil litros por dia para 930 mil litros por dia", afirmou o presidente da Nilza, Alexandre Maia. Fonte: O Estado de S.Paulo (por Vera Dantas e Mariana Barbosa), adaptado por Equipe MilkPoint Visitas - BH O presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba, Carlos Humberto Rocha e o superintendente institucional, Marcelino Marra Batista cumpriram extensa agenda em Belo Horizonte na última quarta-feira, com visitas em várias instituições. CIEE Na reunião com o superintendente executivo do CIEE, Valemar Dornas Pereira foi comentado sobre os trabalhos do CIEE de Uberaba. Segundo o presidente tem sido grande a demanda de procura e oferta dos estudantes do ensino médio e de acadêmico. Ele ressaltou a necessidade de expandir os serviços e contratar mais funcionários. A proposta será estudada. CREDIMINAS Na pauta com o presidente da Crediminas, Heli de Oliveira Penido foi comentado sobre a Cooperativa de Crédito dos Empessários Associados da Aciu, que já foi aprovada em diversos tramites no Banco Central. Sua aprovação depende do Conselho Monetário Nacional. O presidente da Aciu, Carlos Rocha reafirmou o apoio da Aciu para a instalação da CrediAciu, que está oferecendo toda infra-estrutura necessária, tanto físico, mobiliário e financeira. Ele informou que a CrediAciu será a primeira cooperativa de empresários no Brasil. BDMG O deputado Paulo Piau acompanhou o presidente da Aciu e o superintendente na visita com romeu Scarioli. Um dos assuntos analisados, segundo Carlos Rocha foi a inserção de um link no site da Aciu, com informações diretas do BDMG. O mesmo será analisado. A iniciativa facilitará o acesso para as informações do escritório já instalado em Uberaba na Fiemg local. FEDERAMINAS O secretário de Ciências, Tecnologia e Desenvolvimento de Uberaba, Jalis Martins, acompanhou o presidente da Aciu na visita com o presidente da Federaminas, Arthur Lopes Filho. Na pauta foi comentado sobre o Festival de Gastronomina que a Secretaria promoverá em Uberaba. A Federaminas deverá apoiar e participar do evento. Também foi discutido a realização de um seminário estadual do Projeto Empreender em Uberaba. Segundo Carlos Rocha, a Federaminas e a CACB serão apoiadoras do evento que tem o objetivo os nucleados com as trocas de experiências. A data está pré agendada para o mês de novembro. Outro assunto discutido foi a execução do Projeto da Bolsa Social que é um convênio entre a CACB – Confederação das Associações Comerciais do Brasil com a presidência da República, no qual a Aciu está inserida entre os cinco projetos nacionais. SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO No encontro com o Secretário de Desenvolvimento, Wilson Brumer também estavam presentes os uberabenses Marcos Rodrigues da Cunha, o deputado Paulo Piau e o sub secretário, de Indústria e Comércio, Eduardo Lery Vieira. O presidente da Aciu reafirmou a disposição da Aciu em ser parceira do Município e outras instituições no processo de desenvolvimento de Uberaba e região. Outro assunto discutido foi o de agronegócio. SEBRAE O principal assunto discutido com o presidente do Sebrae, Eduardo Prates foi os investimentos na Escola Técnica de Formação Gerencial – Sebrae – ETFG. O Sebrae apoiará a escola e será parceira nos investimentos na área de tecnologia para os alunos e também no marketing da instituição. INDI O uberabense Maurício Cecílio participou da reunião com o presidente do Indi, Carlos Eduardo Orsini e o presidente e superintendente da Aciu. Durante a visita foi discutidos os projetos estruturais para o município de Uberaba e do Triângulo Mineiro. O presidente da Aciu reafirmou o apoio junto ao poder público local no processo de capitação de distribuição de água, bem como projetos de logística na produção e escoamento dos produtos de Uberaba através das redes ferroviária, hidroviária e rodoviária. A Aciu também se colocou à disposição para para os projetos de logísticas do Gasoduto Brasil/Bolívia. FIEMG Carlos Humberto Rocha fez uma visita de cortesia e de estreitamento de relacionamento com o presidente da Fiemg, Robson Braga. Ficou agendada uma outra reunião para o mês de março para comentar sobre a política de desenvolvimento para Uberaba. Carlos Rocha faz parte da diretoria da Fiemg.
Fonte:
POSTADO POR
Marcela Pires
Assessoria de Imprensa - Aciu
ACIU - Associação Comercial Industrial e de Serviços de Uberaba

Av. Leopoldino de Oliveira, 3433 - Centro
CEP 38010-050 | Uberaba/MG

ACIU 2020 - Todos os direitos reservados.
By UNK.